Product ID: 105
Product SKU: 105
New In stock />
Martius

Martius

Destaque Lançamento

Disponibilidade: Disponível em 3 dias úteis

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete

Nascido em Erlangen, quando a cidade ainda pertencia à Prússia, vonMartius descortinou para os europeus  uma nova visão da América. A viagem tinha como principal objetivo a constituição de um acervo científico para o recém-fundado Reino da Baviera, produto da reorganização da Europa ao fim das guerras napoleônicas.  Diferentemente das nações que colonizaram territórios pelo poder militar ou econômico, a ideia era ganhar espaço e relevância através do conhecimento das terras de Ultramar.

A empreitada foi tão bem-sucedida e tão monumental – Martius e Spixpercorreram mais de 14 mil km – que se tornou a maior e mais completa referência do Brasil na Europa no século XIX. Rendeuos títulos de cavaleiro para os dois naturalistas, que incorporariam o “von” aos nomes, e foi apresentada cuidadosamente em numerosas publicações.

 

Mais do que uma pesquisa de campo ou uma aventura científica, para Martius o Brasil tornou-se a verdadeira missão para toda avida. Por quase 50 anos, o Brasil desvendado naquela aventura foi o pilar da existência profissional deste pesquisador de muitos talentos – Spix morreria cinco anos depois do retorno à Europa. Ainda hoje, as classificações botânicas estruturadas por Martius são referenciais. As muitas gravuras inéditas (“cerca de 150 das 240 do livro”, segundo Diener) trazem paisagens, plantas, índios.O livro Martius também é ilustrado com dezenas de gravuras, aquarelas, esboços de Rugendas, Ender, Poste outros artistas viajantes.

 

– Além dos núcleos principais de pesquisa na Baviera, houve muitas outras instituições envolvidas, como o Jardim Botânico de Munique e o Museu dos Cinco Continentes – conta Maria de Fátima Costa. –E também fontes brasileiras como o Museu Imperial, a Biblioteca Nacional do Brasil, o Instituto Martius-Staden e o IHGB.

 

Os autores se dedicaram exclusivamente ao livro Martius nos últimos dois anos, mas há uma década vêm trabalhando direta ou indiretamente com o tema. É deles o livro, também da Capivara, Rugendase o Brasil, de 2002 (reeditado e ampliado em 2012). Os dois também assinam a organização e grande parte dos artigos de O Brasil para Martius, fruto de um edital da Biblioteca Nacional, em 2012.

 

– Foi durante a preparação de O Brasil para Martiusque tivemos o primeiro contato direto com a documentação dele na Alemanha – relata Maria de Fátima. – Nem mesmo lá o material está catalogado, somos pioneiros nessa pesquisa e na divulgação. Estamos trazendo a documentação preparatória da expedição, por exemplo, as instruções de toda ordem, inclusive de caráter humano. Uma riqueza imensa de informações.

 

Embora o trabalho de Martius e Spix no Brasil seja eminentemente científico, as ilustrações que o acompanham têm enorme riqueza de detalhes e se incluem também no registro artístico do ambiente e dos habitantes. Há ainda uma rica série de aquarelas de palmeiras que pertencem ao Instituto Brennand, de Recife, outra instituição parceira na pesquisa.

 

– São registros científicos e tambémse mostramartisticamente muito sedutores – descreve Pablo Diener. – Mas são, principalmente, importantes como registro botânico, zoológico, etnográfico.

Peso1 kg
Dimensões025 x 003 x 031 cm
Formato

25 x31

ISBN

9788589063678

Nº de páginas

376

Encadernação

Capa dura

Idioma

Português

Ano de edição

2018

Autores

Pablo Diener e Maria de Fátima Costa

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira os produtos